A escolha do tamanho e formato das próteses de silicone pode ser algo confuso e difícil de pensar, inicialmente. Mas, com a ajuda de critérios médicos e o acompanhamento de um cirurgião responsável, o processo é muito mais fácil.

 E você já sabe o que é importante na hora de escolher o tamanho de uma prótese? Confira abaixo alguns deles:

Altura e largura do tórax – o tamanho das próteses depende muito do porte físico da paciente. Para mulheres mais altas e com o tórax largo, a escolha de próteses maiores é mais comum, enquanto o mesmo tamanho poderia ficar muito artificial em uma mulher 15 centímetros mais baixa, por exemplo. Se ainda essas pacientes mais baixas e/ou com tórax mais estreito quiser uma prótese maior, indico a com perfil super alto, pois tendo uma base menor evita que a prótese seja sentida pelo movimento do braço já que ultrapassaria o limite do tórax.

Flacidez – um dos pontos mais importantes, pois se não avaliado corretamente pode apresentar uma queda precoce, além de dobras na prótese por falta de espaço. Lembro que para ter uma mama bonita é preciso ter uma relação adequada entre continente (pele/mama) e conteúdo (prótese/ tecido mamário).

Geralmente, a flacidez é causada por um aumento ou perda de peso muito grandes, como é o caso da gravidez. Caso a paciente tenha muitas estrias e flacidez, também é recomendada uma mastopexia para reposicionar a mama.

Vontade da paciente – é importante frisar que, apesar de todas essas recomendações, não existe um padrão fixo para a aplicação de próteses. Os objetivos e anseios da paciente sempre serão levados em consideração, a fim de adaptá-los para o que é melhor para ela. Dessa forma, acaba sendo um conjunto da orientação médica e da vontade da paciente para chegar nesse denominador comum que é o tamanho da prótese ideal. Ainda, cada caso deve ser avaliado individualmente, ou seja, a prótese tem um tamanho adequado para cada paciente. Isso não quer dizer que se o tamanho X ficou bom para uma pessoa ficará bom para outra também.

Para isso, é importante o diálogo entre o cirurgião e a paciente, com a intenção de alinhar e esclarecer todas as dúvidas antes do procedimento.

Clique aqui e agende uma consulta com o Dr. Rodrigo Fuzaro