A páscoa é uma época de grande temor para os chocólatras que querem manter a boa forma. A tentação dos deliciosos doces pode acabar gerando as tão indesejadas gordurinhas localizadas. Porém, existe um processo não-invasivo e muito eficaz que é indicado quando dietas e exercícios falham em resolver.

 

Estamos falando da Criolipólise, ou melhor dizendo o Coolsculpting. É um método utilizado em mais de 50 países e que pode eliminar até 30% da gordura na região tratada. Vale ressaltar que esse não é um tratamento para sobrepeso ou obesidade, e sim, para gordura localizadas e resistentes.

 

É realizado com um aparelho específico, que congela exclusivamente a célula de gordura no local à -10 ~ -11ºC, o que faz com que ela se autodestrua e seja absorvida pelo organismo. Esse equipamento é adaptável às partes diferentes do corpo, podendo ser utilizado no abdome, flancos, costas, braços, coxas, papada, entre outras áreas onde haja acúmulo de gordura.

 

Não é preciso de tempo para preparação ou recuperação do tratamento, e o procedimento dura cerca de 1 hora. São necessárias poucas sessões e os efeitos já podem ser sentidos após a primeira sessão, após 6 a 8 semanas.

 

O Coolsculpting tem algumas contraindicações, portanto consulte seu médico para saber se ele é indicado para você. As principais delas são:

 

– Pessoas com sensibilidade ao frio;

– Infecções locais na pele;

– Hérnias no local da aplicação;

– Gestantes;

– Pacientes recém recuperados de alguma cirurgia.

 

Acha que a Criolipólise pode ser o ideal para o seu problema? Agende uma consulta com o Dr. Rodrigo Fuzaro e tire todas as suas dúvidas!